Visitas

Free Hit Counters

Podes contactar com os camaradas:

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, outubro 20, 2010

DIMAS 3 -o ReGRESSO DO CAMINHO DAS PONTES

Na semana anterior, vai fica marcado com fitas para se poder trabalhar ao longo de todo o percurso, não acredito que fique pronto num dia, há que refazer pontes, cortar árvores de grande porte ,etc, tudo o que um Grande Homem fez práticamente sózinho em meses, mas mesmo dezenas, não vamos de certo conseguir, mas era bom ficar quase todo limpo e que ao final fosse depois só fazer os acabamentos.
A experiência de anos a fazer trilhos é que quanto mais gente menos se trabalha e mais se brinca, vamos tentar fazer isto com seriedade e responsabilidade e se der resultado talvez voltemos a repetir noutras zonas destruidas da serra.
Quanto a proprietários esperamos a sua compreenção e garantimos a protecção do seu patrimonio, esta é a nossa promessa. Apenas estamos a limpar um caminho, vamos depois tentar, junto da Camara, registar este caminho como Rota, para que não venha ser destruido e possa ser disfrutado quer por btt quer por passeios pedestres.
Isto seria um bom exemplo de união pois muitas vezes tenho aqui dito que todos querem andar mas não prescindem de alguns domingos para cavar(também é desporto), muitos não imaginam o que gratificante ao fim de um trilho feito com o nosso esforço ser os primeiros a lá passar e conhece-lo pedra a pedra.Deixem de ser egoístas quanto mais trilhos arranjados houver mais gozo dá andar.
Nas superfícies como AKI, Leroy merlin , ou maxmat ou mesmo a drogaria de bairro é fácil comprar uma enxada, uma serra, barata e util como o descravador de corrente, um machado além de desbravar ramos da árvores para depois podermos cortar ou com a motoserra ou com zagaia tb serve para pregar uns pregos nas pontes ou em travamentos para evitar a erosão causada pelas travagens, também útil uma pá, vá lá em cada 5 pessoas haver uma, pois se for necessário repor terra nalgum sítio é muitomais rápido e menos cansativo, e também a zona tenha muita manta morta, quem vai á frente faz alguns montes com a enxada e serão muitas vezes mais fáceis de retirar com a pá.
A Militia tem algumas ferramentas prontas para levar de reseva em armazém mas muitas estão escondidas em trilhos que estão a ser arranjados por isso não devem sobrar para empréstimo.
TEntem se organizar em grupos e arranjem ferramentas, tipo em cada 5 pessoas, haver 3 enxadas, um pá, duas ou uma zagaia e um machado.
Quem for sózinho que leve pelo menos uma enxada ou uma serra .
O caminho vai ter placas com nome que já estão a ser feitas .
Amanhã vou procurar antigas fotos do caminho.
Alguma dúvida comentem.

6 comentários:

Anónimo disse...

Um ancinho não é necessário ?

Anónimo disse...

eu vou juntar o grupinho de 4 ou 5 e ter as tais ferramentas prontas. também vou levar 1s luvas, se calhar não era mal pensado para todos xD nem que sejam as da bike

quanto à organização, deixo uma sugestão:

a malta pouco batida nisto que deve ser a maioria (como eu) vai limpando o trilho (que da ultima vez que vi deve ter muito para tirar)

e os experts em shores e afins (milicianos e companhia) vai tratando das pontes, releves e afins

cumps

Fininho disse...

Em caso de não teres mais ferramenta mais vale um ancinho que nada.
Certo depois de ficar marcado o percurso a limpar, sendo muitos uns vão tirando os ramos maiores e paus mesmo á mão outros vêm a trás com enchada limpando e deixando a terra á mostra e mais atrás virá alguém fazendo os tais acabamentos.
Por vezes os acabamentos são feitos depois do trilho estar todo aberto, temos feito trilhos de demorarem meses ao ritmao de 20metros por dia isto falando de duas a três pessoas a trabalhar ali acho que á primeira vista vai ser trabalhoso mas depois vai avançar rápido.
De qualquer forma na Segunda feira dia 1 de Novembro vou combinar com o Hélder e mais quem quiser vir (mais perto coloco a hora)reconhecer e marcar todo o percurso e avaliar a fundo as coisas, uma coisa aprendi em anos a fazer trilhos, querendo, não há sítios impossíveis de lá passarmos.

José disse...

Olá malta,

Ainda não sei se vou poder estar em Lisboa em algum dos 2 fins de semana em questão, mas se estiver e puder dou-vos uma ajuda!

Cumps,
Neves

Raspas disse...

a partida devo conseguir estar presente e vou passar a palavra a mais uns quantos

Jorge Almeida disse...

Não Vou estar presente por dificuldades profissionais... mas parabens pela iniciativa abraço Jorge Ribeiro de Almeida